domingo, 29 de agosto de 2010

Dica especial para designer....

O site Faveup (http://creattica.com/) tem uma coleção com mais de duzentos logotipos que serve como fonte de inspiração para o designer gráfico e tem também mais de cento e cinqüenta cartões de visitas. E se não bastasse, ainda tem mais dois itens como fonte de inspiração para os web designers: mais de oitocentos sites em Flash e sites em CSS. Inspiração que não faltará, basta ter criatividade.

No Gringos com amigos!

Falta de selênio, ácido fólico e carboidratos podem causar mau humor e depressão....


Cada vez mais a ciência vem provando que a composição dos alimentos que você come pode afetar o funcionamento do seu cérebro modificando seu humor, incluindo o estado de alerta e até a percepção à dor. 

O que há nos alimentos que conferem tais poderes? A habilidade de alterar a produção e liberação de neurotransmissores, mensageiros químicos que carregam informações de uma célula nervosa para outra. Vamos ver na prática como isso funciona.

Aumente seu estado de alerta com proteínas: 

alimentos ricos em proteínas, quando digeridos, se quebram em aminoácidos. Um aminoácido, conhecido como tirosina, pode aumentar a produção de dopamina e adrenalina que são neurotransmissores capazes de aumentar a energia e o estado de alerta. 

Alimentos ricos em
 proteínas incluem peixes, carnes, aves e ovos. Se não for possível ingerir esses alimentos, tente alimentos ricos em proteínas que também contém quantidades significativas de carboidratos como legumes, queijos, leite ou tofu. 

Para relaxar e diminuir o estresse, coma carboidratos:

a ingestão de carboidratos leva ao aumento nos níveis de insulina que auxiliam na "limpeza" de aminoácidos do sangue, menos do triptofano. 

Este aminoácido, uma vez no cérebro, aumenta a produção de serotonina que é um neurotransmissor capaz de reduzir a sensação de dor, diminuir o apetite, produzir sensação de calma e até induzir ao sono.
 

Dietas com baixo teor
de carboidratos, por vários dias, podem fazer com que o humor fique mais depressivo. Alimentos saudáveis ricos em carboidratos incluem pães e biscoitos integrais, massa integral, arroz, cereais e frutas. Ah, e não vamos esquecer do chocolate. 

Ácido fólico também é importante para o humor: 
deficiência de ácido fólico tem sido associada a depressão em alguns estudos, por levar a queda nos níveis de serotonina no cérebro. Quantidades pequenas como 200 microgramas já são suficientes para melhorar o humor e pode ser obtida numa xícara de chá de espinafre cozido ou um copo de suco de laranja. 

Falta de selênio pode causar mau humor: 

especula-se que o selênio possa ter alguma função neurológica desconhecida, mas seu mecanismo de ação ainda é um mistério. Sabe-se que indivíduos que sofrem de carência de selênio são mais irritados, ansiosos e depressivos, e a suplementação normaliza o humor. Alimentos ricos em selênio são as oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas), atum, semente de girassol, cereais integrais. 
Coloque ovos em sua dieta e melhore sua memória e concentração.

A colina é uma vitamina do complexo B que está presente em alimentos ricos em colesterol como ovos e fígado. A falta deste componente pode causar comprometimentos da memória e da capacidade de concentração, pois é precursor do neurotransmissor acetilcolina. Não deixa de ser uma boa desculpa para incluir no seu plano alimentar, sem excessos, é claro. 
Vitamina B6: 

também é um ingrediente necessário na produção de seretonina, portanto, alimentos ricos nessa vitamina podem auxiliar no bom humor. Alguns exemplos ricos em B6 e carboidratos são: bananas, batatas, uva passa, cereais integrais. 
Cálcio: 
sabe-se que ajuda a reduzir irritabilidade e nervosismo em mulheres na TPM (tensão pré-mentrual). O ideal é ingeri-lo com regularidade, em torno de 1200mg por dia. Alimentos ricos em cálcio são leite, iogurte e queijos. 
Camomila: 

já era usada desde 1800 para acalmar crises histéricas. Atualmente é usada também para diminuir a ansiedade. Devido a seu efeito anti ? espasmódico auxilia também no alívio de cólicas e problemas digestivos. Para potencializar o efeito calmante, adicione um pouco de mel, devido aos benefícios do carboidrato. 
 Magnésio: 

está envolvido também na regulação de serotonina e, portanto, no controle do humor. Alimentos ricos são cereais integrais e frutas secas
 "Dietas com baixo teor de carboidratos, por vários dias, podem fazer com que o humor fique mais depressivo"....

Vicky Cristina Barcelona

P/ Baixar  http://www.megaupload.com/?d=4YX63CHF
“Os relacionamentos não realizados são sempre mais românticos”. Como lidar com a casualidade sentimental? O que desperta o desejo sexual? Woody Allen propõe um estimulante universo sobre a irracionalidade, inconstância e buscas no âmbito de relacionamentos amorosos. Vicky Cristina Barcelona é uma deliciosa ode erótica inteligente, um singelo retrato existencial da passionalidade sexual. É um filme que pauta as intensidades e fragilidades de relacionamentos inconstantes da contemporaneidade. O trabalho de Allen encontra-se aqui mais articulado na ousadia elegante, através do cenário de Barcelona onde centraliza sua quente história. O filme concretiza a intenção de abordar um pleno discurso de amor e sexo, um enredo que pauta as nuances dos sentimentos e descobertas da libido humana. Todas as neuroses que caracterizam a febre do estilo de Allen são presentes, porém o lado mais feminino desenvolve-se com requinte de malícia e, através, das relações humanas expressas dos personagens de seu universo é que se pode compreender como os sentidos são verbalizados - sensos de desejo, prazer e sexualidade à flor da pele. Mais que um exercício de sexo, é o comprometimento de expressar o humano como ele é: integralmente frágil, confuso e deliberadamente inconstante. E Allen prova que até os mais descrentes podem se permitir a esses jogos de sedução e sentimentos conflituosos. Qual sentido da fidelidade? A felicidade está interligada aos anseios do sexo? Só é feliz quem arde de desejo? Um retrato que expõe a liberdade amorosa e também sexual, das escolhas sem repressões e dos sentimentos que motivam o ser humano. Eis um filme que instiga com uma premissa bastante banal, mas sedutora por tratar sem pudor da bigamia e das contradições do desejo irrefreável.

Eis o universo de duas americanas, Vicky (Rebecca Hall) e Cristina (Scarlett Johansson). Ambas são amigas que compartilham um elo de sintonia e fraternidade, ainda que distintas no lado psicológico - unidas, porém como água e vinho por terem opostas visões do amor. As duas viajam de férias à cidade de Barcelona, ansiosas por novos ares que concebam também novos rumos às vidas. Vicky é a típica moralista racional que condiciona sua vida com certo metodismo lógico: procura achar explicação para tudo, não se permite aos anseios seus e julga os alheios; cética a tudo, expõe seu lado questionador e uma sinceridade dinâmica, ainda que preserve seu conservadorismo. Como fugir do que sente? Nota-se que este papel de expressar uma moralidade é, na verdade, uma fuga. Ela nada mais é que uma mulher temerosa, aflita pelo que sente, fragilizada pelas escolhas. Já Cristina se afasta dos estigmas da omissão da personalidade da amiga. É instintiva por ser emotiva, exibe um idealismo romântico que concretiza seus anseios de sonhadora; impulsiva e extremamente seduzível - flerta para encontrar a si própria? Sabe o que não quer, mas e o que quer? Seu senso emotivo demonstra seu lado destemido. O universo dessas duas garotas é sensivelmente pontuado com uma narração em off que direciona, revela e determina as ações e motivações destas personagens, de maneira que toda a verve psicológica seja incitada. Nota-se nessas duas uma busca por novas culturas, oportunidades e ares existenciais de um lugar inovador - seria a forma de complementar uma vida pautada no tédio? As amigas buscam diversão, ingressam em Barcelona para acréscimos de conhecimento. Porém, em uma exposição de pintura, ambas conhecem o pintor Juan Antonio (Javier Bardem) - o destino poderia provocar com maior sensualidade? Este homem provoca nas duas um tesão evidente, arrebatador, imediatista. Como controlar os impulsos que fervem o corpo? O ser humano pode refrear o tesão que acelera a irracionalidade? Juan Antonio é a representação da sedução masculina, o pintor espanhol que provoca a turbulência feminina - um típico homem sexualizado, boêmio e másculo caliente que induz o flerte sexual. E ele investe, sem rodeios: flerta, atiça e convida as duas amigas a compartilhar com ele um final de semana à Oviedo. O convite expressa estadia, passeios, boa companhia, bebidas e bastante sexo regado a ménage à trois.

Nota-se em Juan uma sinceridade exímia, ele acredita no seu poder de persuasão a ponto de não mascarar suas segundas intenções. E ele seduz as duas com este súbito convite. Ele funciona como o catalisador da trama: é o senso da sensualidade, da provocação, estimula todos ao redor com sua sede insaciável de sexo. É o elemento-chave que determina virilidade à trama, conduz com masculinidade a percepção sexual. Um fio condutor de puro charme? Porém, Vicky declara-se comprometida com seu noivo Doug (Chris Messina) - com quem mantém um contato superficial por telefone. Como fugir das investidas? Ela exibe seu discurso de mulher fiel, adepta da monogamia, mostra-se contra a esse painel comportamental de luxúria presente em Juan. Ainda que ela sinta-se atentada ao prazer carnal, não aceita trair o seu noivo e nem a si mesma com uma promessa de sexo ocasional. Teria ela satisfação sexual a ponto de negar uma nova relação? Já Cristina representa a feminilidade contemporânea adepta dos flertes casuais, do sexo descompromissado, desprendida de compromisso rígido. Uma mulher passional seria mais liberal aos jogos da sexualidade? Qual sentido do rigor? Ela é a fêmea que corre riscos nos jogos de sedução, permite-se as conquistas liberais de relações que nascem nas intenções do sexo livre. Contudo, Juan e Cristina se intensificam num invólucro de sentimento e paixão efervescente de sexo a dois. Ambos percebem semelhanças, unidos pela boa química romântica. E os dois decidem morar juntos. É então que Woody Allen apimenta seu universo de relações humanas: a ex-mulher de Juan tenta se suicidar, então ele a insere dentro de sua casa sob seus cuidados. Eis que María Elena (Penélope Cruz) surge como uma mulher temperamental, agressiva e impulsiva. Ela se interpõe na relação de todos, mostra-se dominadora compulsória.

O roteiro de Allen acentua sua ode de sensualidade intimista ao colocar o envolvimento de Juan com as duas mulheres: Cristina e María Elena quebram os próprios paradigmas relacionais amorosos. Misturam-se como uma única mulher que representa os anseios de carne, alma e intelecto de Juan. É então que, através da profundidade do roteiro, que as duas envolvem-se numa teia conjugal de plenos interesses e verdades compartilhadas de desejo e sexo. Cristina torna-se o elemento de harmonia na relação destrutiva de Juan e María Elena. Então, acostuma-se em dividir seu homem com a outra mulher - e, inesperadamente, nasce também um desejo nela em experimentar um novo sexo com esta mulher. E ela não rotula sua relação, apenas crê na busca pela satisfação, nos acontecimentos que a vida destina. Ela é a instabilidade concreta que viabiliza um relacionamento a três, traz harmonia à instabilidade do casal espanhol Juan e María Elena. Quase um ponto neutro, ameno, de equilíbrio - e, assim, os três funcionam na febre da paixão. E Allen articula seu discurso provocativo ponderando reflexões - até que ponto um amor se sustenta dessa forma? Existe, de fato, sentimento a três? A personagem de Cristina abstém-se de julgamentos, vive o momento. Contudo, os conflitos nascem. E Vicky fomenta suas dúvidas enquanto vive um casamento de aparências.

O filme investe nas imagens banhadas de cores quentes - retratando uma Barcelona efervescente, amorosa, cidade de prazeres em sensações ensolaradas que pulsa nos pontos turísticos (bela fotografia de Javier Aguirresarobe). A narrativa é apenas um elemento pontuador sequencial, conceitualizador. Através disto, as dúvidas e os sentimentos dos personagens são expostos, um recurso quase literário. As atuações de Hall, Johansson e Bardem são excepcionais - mas, é Penélope Cruz que reina com maestria da sensualidade: sua Maria Elena é temperamental, inconstante e transtornada. Ela entra em cena e tudo tende a pegar fogo - de palavrões, crises, gritos, choros e intempestividade a beijos lésbicos, olhares e gestos delicados. É o misto da sedutora com a neurótica? A luxúria ganha ar de requinte? Só um amor não realizado pode ser romântico? O que consiste normalidade num relacionamento a dois...a três? Quais regras? Woody Allen propõe verossimilhança nas situações onde a câmera apenas percorre os movimentos dos atores, repletos de diálogos naturais e dinamismo-vivo. É como observar um simples cotidiano sobre determinadas pessoas, cada intimidade ali exposta. Há humor acentuado e contexto inteligente, característico do estilo Allen. A saborosa música-tema, "Barcelona", de Giulia e Los Tellarini, caracteriza a atmosfera do filme, o tempo todo. É uma abordagem sobre o amor, as relações do puritanismo e materialismo contrapondo-se. Poético conto delicioso cinematográfico.

Fonte: http://apimentario.blogspot.com/2010/08/tesoes-amorosos.html

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Carpe diem....

É engraçado... Quando a gente não consegue acabar com o medo, com aquele monstrinho que não sei o nome que fica na nossa cabeça, nós acabamos projetando em alguém que está por perto de nós. Há pessoas que não suportam a solidão pq não suportam a sí mesmos, como eu, não suportava nem a idéia de ficar sozinha... E isso vai acabando quando começamos a nos conhecer e ver que os problemas e o mundo é do tamanho que nós imaginamos. Eu acabava projetando isso nos meus relacionamentos, tipo um apetite insasiável emocional, pq esperando do outro eu não teria que fazer nada, apenas esperar, e quando se descobre isso, voce se liberta. As vezes pequenos gestos marcam uma vida. É preciso usar a "solidão" pra se conhecer, conhecer de onde vem o que se sente, quais as origens dessa agonia ou dessa satisfação. E aí quando vc vê que está no caminho certo, vc conheçe a incrível sensação de tranquilidade. Pior que crescer com problemas é crescer sem eles, crescer sem dificuldades, são nos problemas que construímos nossas defesas. Precisamos de coragem pra pensar e ousadia pra ser diferente. Nas maioria das vezes quando estamos enfrentando problemas e que a única pessoa que pode nos ajudar é nos mesmos, fatalmente nos abandonamos, e isso é o pior, é realmente fatal. Quando o mundo nos abandona, a solidão é superável, mas quando nós nos abandomanos a solidão é quase insuportável. Podemos escolher se a dor nos construirá ou se nos destruirá. Precisamos nos apegar aos nosso ideais, e se não tem, invente-os, não podemos viver sem meta, sem sonhos, desistir dos sonhos e desistir de viver, e isso é muito triste, é injusto, é a mais pura ingratidão com o Pai, pois a vida é o presente mais precioso que temos. Podemos ficar com raiva, chorar, falar palavrões... mas nem tudo é válido pra aliviar a tensão, ferir alguém não é o ideal, voce pode atravessar crises, aliás, voce deve atravessar crises e no final ter mais do que quando entrou e não o contrário. Com mais amigos, com mais força, com mais sentimento, com mais sonhos.... Nós precisamos e podemos traçar nossas vidas pq o futuro não está escrito em lugar algum, não está pronto, nós o fazemos, e a melho forma não é sobreviver, e sim viver, com garra, com atenção, com fé. Dizem que é nos primeiros 30 segundos da raiva que fazemos coisas das quais nos arrependemos o resto de nossas vidas, aí que está, se sabemos disso, pq não paramos e contamos até 30 pra poder reagir??? Pq somos frutos de uma sociedade acelerada, pensamos, falamos, reagimos muito rápido e nos arrependemos por um tempo muito maior. Perdemos tantas coisas por insensibilidade, por ingratidão, por severidade. Somos insatisfeitos, ansiosos, depressivos, precisamos de muito pra conquistar tão pouco. É normal demorar um pouco pra se conquistar algo, assim acontece quando aprendemos a andar, quando aprendemos a ler e escrever, conquistamos as coisas aos poucos e as vezes temos tanta pressa que não respeitamos esse tempo e acabamos desistindo quando já estavamos quase lá.
Viver é correr riscos, é ter que escolher, e quando escolhemos sempre perdemos pra se ganhar algo, podemos realmente errar em nossas escolhas, e se não é possível voltar e escolher novamente, precisamos aprender e bola pra frente, mas é necessário passar por isso e não viver a vida inteira achando que poderia ter sido diferente. Ninguém vai conseguir ser e fazer sempre o certo, sem perder nada, mais se soubermos cultivar aquilo que temos, talvez seja até melhor do que o que foi perdido. Nos decepcionamos com estranhos, nos magoamos com quem amamos, mas pra isso existe o perdão a desculpa, assim que se aprende e nos tornamos mais fortes a cada tropeço. Ninguém pode dar o que não tem. Somente sabendo que amanhã será um novo dia, cheio de novas conquistas, de novas idas e vindas, podemos suportar uma perda irreparável.
Precisamos de coragem, pra rir de nossos medos, manias e inseguranças, mas se aprendemos que estes sentimentos podem ser reciclados e no final os medos se tornarem conquistas, manias em palhaçadas e inseguranças em pontos de partida, aí sim podemos dizer que estamos prontos pra viver. Não deseje ser feliz, os desejos não suportam as dificuldades, sonhe, sonhe em ser feliz, pq os sonhos são suficientemente fortes e resistem a tudo. Pare de olhar pra tras e ficar lá, olhe e tire proveito dos erros e acertos que lá estão, não viva o ontem nem o amanhã, viva apenas hoje e plante com tudo de bom que puder aquilo que amanhã certamente vai te alimentar emocionalmente. Procure a sua forma de ser feliz, e se não sabe como, se espelhe no próximo, um dia vc vai achar, e esse dia vai chegar. Não desista.


"Tenha fé em Deus e tenha fé na vida, TENTE OUTRA VEZ..." (Raul)

Adelyne Cerqueira

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Estou assim...


 Estou livre, livre dos medos,  das grades que via diante meus olhos, livre 


 das algemas e cordas, livre dos limites impostos a minha imaginação, livre

tudo, de todos, livre pra viver, sorrir e amar... Estou assim, feliz e grata!


 Quero tudo que tenho direito, viver plenamente... A vida é curta e o mundo é


 grande, cada segundo perdido fará falta!

Mário Quintana


O cara diz que te ama, então tá! Ele te ama.
Sua mulher diz que te ama, então assunto encerrado.
Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas.
Mas saber-se amado é uma coisa, sentir-se amado é outra, uma diferença de quilômetros.
A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e palavras.
Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando certo, que coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida em você quando for preciso.
Sentir-se amado é ver que ela lembra de coisas que você contou há dois anos atrás, é vê-la tentar reconciliar você com seu pai, é ver como ela fica triste quando você está triste e como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d’água.
Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão...
Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente inteiro.
Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que tudo pode ser dito e compreendido.
Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta por muito tempo.
Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta.

“O que fazemos em vida ecoa por toda a eternidade"

domingo, 22 de agosto de 2010

As pessoas esquecem de construir um relacionamento antes de trazer o sexo a ele...



"Acredito que a maior tragédia do homem tenha ocorrido quando ele separou o amor do sexo. A partir de então, o ser humano passou a fazer muito sexo e nenhum amor. Não passamos do desejo, eis a verdade. Todo desejo, como tal, se frustra com a posse. A única coisa que dura além da vida e da morte é o amor".


 Esta observação de Nelson Rodrigues traz à tona a necessidade, cada vez maior nos dias de hoje, de dizer não ao sexo descartável. Vários depoimentos de jovens confirmam este fato: “O sexo hoje em dia está radicalmente banalizado. Passamos abruptamente de uma educação onde o sexo era tabu e a ignorância a respeito da sexualidade humana considerada uma manifestação de integridade moral, para uma outra onde tudo é “normal”, correto e permitido. O sexo passou a ser uma matéria de ensino esquecendo-se de que “não se ensina a fazer sexo assim como não se ensina a amar”.



Receita caseira para Hipertensão

Esta receita vem fazendo sucesso com várias pessoas que conheço, pra quem sofre de hipertensão vale a pena testar, espero ter ajudado....

Ingrediente:

1 Xuxú

Modo de fazer.

Lavar bem o xuxú, ralar no ralador.
Apertar com as mãos e passar na peneira escorrendo o líquido dentro de um pirex pequeno ou cumbuca.
Jogar fora a massa.
Cubra com um pano ou tampa.
Deixe repousar até o dia seguinte para decantar.
Jogar a água fora, escorrendo bem devagar.
No fundo fica uma crosta verde.
Cubra e deixe sem mexer até o dia seguinte.
O xuxú decantado desidrata e cria uma crosta branca.
Retire com uma colher e deposite num recipiente com tampa.

Colocar pequena quantidade uma vez por dia, embaixo da língua.  (quantidade que caiba na ponta de uma colher de café)


OBS: 
Medir a pressão todos os dias.
Consulte seu médico regularmente.

sábado, 21 de agosto de 2010

A sinceridade muda muita coisa....





E se vc não soubesse o que tinha...
Até vc perder para sempre...
E se vc tivesse um dia...
Para mudar o destino?
"Quanto mais eu vivo mais eu sei, que o que é simples é verdadeiro"

Boas maneiras de escapar de um assalto... Rsrsrs

1. O truque do tchauzinho:
Essa tática é muito comum e costuma funcionar caso o assaltante tenha algum problema na visão, nela você, ao perceber que vai ser assaltado ou ficar em uma situação de perigo, ANTES da abordagem, da um tchauzinho animado para o lado oposto da onde o assaltante esta vindo. Esse tchau tem que ser direcionado de forma firme e convincente, com um olhar compenetrado em um ponto fixo. Dessa maneira o assaltante irá pensar que existe alguém atrás dele ou alguém olhando de um prédio o que lhe deixará pensativo e preocupado o tempo suficiente para uma escapada até o lugar seguro mais próximo.
3. Imitar uma águia
Esse item eu mesmo ja usei de forma parecida, quando o suspeito sanguinário fazer a abordagem, antes que ele fale alguma coisa, lentamente abra os braços, arregale os olhos e faça um movimento de voo bem devagar, batendo as asas sem sair do lugar. Esse moviemento deixará o assaltante hipnotizado instantaneamente, nesse momento você vira para a direção contraria dele, bate as asas no estilo camera lenta da Copa do Mundo mais uma vez e então subtamente sai em disparada correndo e batendo os braços aceleradamente. Nunca olhe para tras e só pare depois de virar a esquina.




7. Fuja em uma bicicleta humana.
Essa tática nunca foi usada, ou seja, é muito perigosa e precursora! Caso um assaltante chegar chegando em cima de você e um grupo de amigos, e mesmo sendo em maior número você perceber que não terá escapatória por ter um nível maloqueiristico muito abaixo do oponente, não pense 2 vezes, monte uma bicicleta humana, e fuja em alta velocidade pela rua. Talvez você não consiga ir muito longe, mas existe uma grande chance do bandido ficar catatônico e perder a consciência no processo.

9. Faça um rap
Durante o movimento da sua mão até o bolso de trás para pegar a carteira comece um rima despretensiosa sobre o assunto, tente rimar o assalto e incluir umas gírias, e poucos segundos antes de entregar o dinheiro já emende um refrão dos Racionais MCs, existe uma boa possibilidade do assaltante desistir de tudo, te chamar para um boteco e tomar uma brejas contigo (provavelmente você terá que pagar).
Valido com gritos de guerra do Flamengo e Corinthians.




Estou com vergonha de ser brasileira; política, justiça, educação,segurança, é tudo deprimente...."

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Sou fã dessa voz...

A diferença entre o Brasil e a República Checa é que a República Checa tem o governo em Praga e o Brasil tem a praga no governo.

Joãozinho politizado....boa !!!!

Joãozinho, aluno de uma professora extremamente "petista"...
...chega cedo ao colégio e diz à professora:
 
- Tia, lá em casa nasceram oito cachorrinhos e todos vão votar 
na Dilma.   - É mesmo!  Diz a professora toda feliz...
Uns quatro ou cinco dias após, o Joãozinho novamente chega à professora e diz:
 
- Tia, lá em casa nasceram oito cachorrinhos e cinco vão votar  
na Dilma. A professora intrigada pergunta: 
- Ué?  Não eram oito cãezinhos???
- Eram, mas três já abriram os olhinhos.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Sexo é bom e todos gostam!!!!!


Que o sexo te faz bem, isso você já notou. O orgasmo, por exemplo, é uma das sensações mais íntimas e deliciosas para homens e mulheres e é muito mais do que sinal do sucesso de uma relação sexual. A cada dia, os cientistas descobrem novos efeitos desta reação orgânica que, além de melhorar as emoções, faz muito pela sua saúde. "O orgasmo contribui para que homens e mulheres vivam com mais qualidade, trata-se de um momento de prazer que reverbera por vários dias", afirma o ginecologista Neucenir Gallani, da clínica SYMCO. 

Porém, apesar de proporcionar prazer e qualidade de vida, uma pesquisa feita pela Universidade de São Paulo (USP) revelou que 70 % dos brasileiros fazem menos sexo do que declaram em conversas e pesquisas públicas. Por isso, o Minha Vida estimula você a melhorar essa situação trazendo o que a ciência e os especialistas andam dizendo por aí sobre os benefícios que uma
 vida sexual ativa trazem ao corpo. Confira:  

1. Alivia as crises de enxaquecas 
Quando seu parceiro reclamar, dizendo que não quer sexo porque está com dor de cabeça, reverta a desculpa a favor da saúde dele. Segundo o médico Neucenir Gallani, o orgasmo libera substâncias, como as endorfinas, que atuam no sistema nervoso. "Elas diminuem a sensibilidade à dor, relaxando a musculatura e melhorando o
 humor", afirma. 
2. Melhora o aspecto da pele 
Fazer sexo, principalmente no período da manhã, é um poderoso aliado da beleza para manter a juventude. Essa foi a conclusão de um estudo, realizado por cientistas da Universidade Queens (Reino Unido). De acordo com os pesquisadores, atingir o orgasmo aumenta os níveis de
 estrogênio, testosterona e de outros hormônios ligados ao brilho e a textura da pele e dos cabelos. Além disso, quando há o orgasmo, ocorre uma vasodilatação superficial dos vasos, até aumentando a temperatura em algumas pessoas. Com isso, a pele ganha uma aparência mais viçosa, e o brilho natural dela fica em destaque.
3. Alivia as cólicas da TPM 
O ginecologista Neucenir Gallani faz questão de reforçar que isso não é uma regra, mas acontece com algumas mulheres. Os movimentos realizados durante o sexo estimulam os órgãos internos, que ficam mais relaxados e, com isso, há diminuição das dores que incomodam seu bem-estar nos dias antes da menstruação. "Mas há mulheres que, na fase pré-menstrual, não têm disposição para o sexo e forçar a barra pode ser pior", diz o ginecologista.
 
4. Melhora o sono 
O relaxamento que o orgasmo traz contribui para que você durma melhor, e não apenas no dias em que houver sexo. A reação tem efeito prolongado, devido a ação dos neurotransmissores que passam a agir no seu organismo com mais regularidade e numa quantidade maior.

5. Diminui o estresse 
O médico faz questão de ressaltar que o orgasmo não deve ser encarado como um remédio calmante, mas como parte de uma relação afetiva que traz
 prazer. Quando isso acontece, os níveis de estresse tendem a diminuir não só pela estabilidade emocional, mas também porque os chamados hormônios do estresse, como o cortisol, apresentam atividade reduzida. Quem trouxe essa novidade foi um estudo escocês recém-publicado na revista Biological Psychology. 
6. Diminui os riscos de infarto 
Um estudo da Universidade de Bristol, na Grã-Bretanha, realizado com mais de 3 mil homens de 45 a 59 anos, concluiu, após 20 anos, que o sexo frequente pode reduzir o risco de infartos fatais e de derrames. De acordo com as conclusões da pesquisa, a morte súbita causada por problemas de coração é mais comum entre homens que afirmam ter níveis baixos ou moderados de atividade sexual. 

7. Queima calorias
Segundo a Associação Americana de Educadores e Terapeutas Sexuais, a atividade sexual pode ser um ótimo exercício para o corpo. Isso porque meia hora de sexo queimam, em média, 85 calorias. Portanto, se você está sem paciência para ir à academia, que tal optar pelo plano B? 
8. Aumenta a imunidade 
Um estudo feito pela Wilkes University, nos Estados Unidos, mostrou que uma vida sexual ativa aumenta os níveis de um anticorpo conhecido como IgA , responsável pela proteção do organismo de infecções, gripes e resfriados.  

Da série "True Blood"

Fico me perguntando o tipo de sensaçõo que devo ter ao ver esta imagem....

terça-feira, 17 de agosto de 2010

VC JÁ VIAJOU PARA A EUROPA?

Vc já viajou para a  europa? Ah... Vc nem  pensa nisso. Está acima das suas possibilidades... Sei como é.. Tem que trabalhar muito para pagar  impostos e mais impostos! Esta seria a resposta da maioria da população brasileira.

Agora mesmo, em copenhagen, no perído de 31.05 a 11.06.2010, houve uma conferência sobre o clima. E o brasil, como não podia deixar de ser, enviou sua comitiva, chefiada pelo presidente lula.
(ou vcs acham que ele ia perder mais essa boquinha?) 

 Bom, até aí tudo normal.
Maaas... Quantas pessoas vc acha que o sr. Presidente levou nessa comitiva?


Pense...

Pense...


Pense mais um pouquinho...


Vejamos:
A mulher do lula, claro, a inútil, que não faz nada... O ministro do meio ambiente... Mais uns 10 ou 20 especialistas...
Vai... Vamos lá...

Só que o lula tem que dar mordomias para os deputados que garantem as roubalheiras, certo? Portanto, exagerando, chuta aí... Mais uns 30 parlamentares?...
O queee? Vc acha que mais uns 50??? Ok, então tá, vamos pensar grande. Que tal uma comitiva de 100 pessoas? Agora já te parece demais?  

Bom... Vou contar.  Não se irrite, eu não tenho nada com isso. Sou só o portador da notícia. Foram levados juntinho ao presidente lula...
743.....vagabundos!!!  



é isso mesmo, não é erro não. O lula levou nada  menos que 743 convidados. E quem pagou todas essas passagens? 


Você, que nunca foi à europa. Você, que trabalha o ano inteiro, e ainda é roubado em impostos abusivos.  

Imagine o custo desse crime, incluindo passagens, hotéis, diárias em euro (cash), compras com  cartão corporativo, etc. Tudo sem passar na alfândega na volta, é claro! Só para comparar : o país mais rico do mundo, os eua, mandaram 120 pessoas.  

E tem gente que ainda acha que o lula é o cara!!! 
Mas... Se você faz parte desse fã clube e adora o sapo, as pizzas e a roubalheira, ainda assim reflita muito bem se vai deletar. Lembrando ainda que em 8 anos de governo fhc gastou 58 milhões. Em 7 anos de governo lula gastou 548 milhões.
Acorda brasil!

domingo, 15 de agosto de 2010

VOU CONFESSAR: Morro de medo de Dilma Rousseff


Esse governo que tem muitos acertos, mas a roubalheira do governo do PT e o cinismo descarado de LULA em dizer que não sabia de nada nos mete medo.
Não tenho muitos medos na vida, além dos clássicos: de barata, rato, cobra.
Desses bichos tenho mais medo do que de um leão, um tigre ou um urso, mas de gente não costumo ter medo.
Tomara que nunca me aconteça, mas se um dia for assaltada, acho que vai dar para levar um lero com os assaltantes (espero). Não me apavora andar de noite sozinha na rua e, não tenho medo algum das chamadas "autoridades", só um pouquinho da polícia, mas não muito.
Mas de Dilma não tenho medo; tenho pavor.
Antes de ser candidata, nunca se viu a ministra dar um só sorriso, em nenhuma circunstância. Depois que começou a correr o Brasil com o presidente, apesar do seu grave problema de saúde, Dilma não para de rir, como se a vida tivesse se tornado um paraíso.
Mas essa simpatia tardia não convenceu.
Ela é dura mesmo.
Dilma personifica, para mim, aquele pai autoritário de quem os filhos morrem de medo, aquela diretora de escola que, quando se era chamada em seu gabinete, se ia quase fazendo pipi nas calças, de tanto medo.
Não existe em Dilma um só traço de meiguice, doçura, ternura.
Ela tem filhos, deve ter gasto todo o seu estoque com eles e não sobrou nem um pingo para o resto da humanidade.

Não estou dizendo que ela seja uma pessoa má, pois não a conheço; mas quando ela levanta a sobrancelha, aponta o dedo e fala, com aquela voz de general da ditadura no quartel, é assustador.

E acho muito corajosa a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira, que enfrentou a ministra afirmando que as duas tiveram o famoso encontro. Uma diz que sim, a outra diz que não, e não vamos esperar que os funcionários do Palácio do Planalto contrariem o que seus superiores disseram que eles deveriam dizer. Sempre poderá surgir do nada um motorista ou um caseiro, mas não queria estar na pele da suave Lina Vieira..

A voz, o olhar e o dedo de Dilma, e a segurança com que ela vocifera "suas verdades", são quase tão apavorantes quanto a voz e o olhar de Collor, quando ele é possuído. Quando se está dizendo a verdade, ministra, não é preciso gritar; nem gritar nem apontar o dedo para ninguém. Isso só faz quem não está com a razão, é elementar.

Lembro de quando Regina Duarte foi para a televisão dizer que tinha medo de Lula; Regina foi criticada, sofreu com o PT encarnando em cima dela - e quando o PT resolve encarnar, sai de baixo. Não lembro exatamente de quê Regina disse que tinha medo -nem se explicitou-, mas de uma maneira geral era medo de um possível governo Lula..

Demorei um pouco para entender o quanto Regina tinha razão.

Hoje estamos numa situação pior, e da qual vai ser difícil sair, pois o PT ocupou toda a máquina, como as tropas de um país que invade outro. Com Dilma seria igual ou pior, mas Deus é grande..
Eles não falaram em 20 anos? Então ainda faltam quase 13, ninguém merece.

Marília Gabriela (tenho o mesmo medo rsrsrs)

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Bluebird (Pássaro Azul) - Charles Bukowski




Pássaro Azul


Em meu coração existe um pássaro, que quer sair
mas sou mais forte que ele
there's a bluebird in my heart that, wants to get out
but I'm too tough for him

Eu falo "fica aí dentro,
eu não vou deixar ninguém te ver"
I say, stay in there, I'm not going
to let anybody see you

Em meu coração existe um pássaro, que quer sair
there's a bluebird in my heart that, wants to get out

mas eu taco uísque nele e respiro fumaça de cigarro
e as putas e os barmen e as caixas do mercado
nunca sabem que ele está aqui dentro
but I pur whiskey on him and inhale cigarette smoke
and the whores and the bartenders and the grocery clerks
never know that he's in there

Em meu coração existe um pássaro, que quer sair
mas sou mais forte que ele
there's a bluebird in my heart that, wants to get out
but I'm too tough for him

Eu falo "fique aí, você quer me pôr em apuros?"
"você quer estragar meus trabalhos?"
"você quer estragar as vendas dos meus livros na Europa?"
I say, stay down, do you want to mess me up?
you want to screw up the works?
you want to blow my book sales in Europe?

Em meu coração existe um pássaro, que quer sair
there's a bluebird in my heart that, wants to get out

mas eu sou mais esperto,
só deixo ele sair de noite, às vezes
quando todos estão dormindo
but I'm too clever,
I only let him out at night sometimes
when everybody's asleep

Eu falo "sei que você está aí, então não fique triste"
daí o ponho de volta, mas ele ainda canta um pouco aqui dentro,
Eu não o deixei morrer totalmente.
I say, I know that you're there, so don't be sad.
then I put him back, but he's singing a little in there
I haven't quite let him die.

e a gente dorme junto desse jeito
com nosso pacto secreto
e é bacana o suficiente para fazer um homem chorar
and we sleep together like that
with our secret pact
and it's nice enough to make a man weep

mas eu não choro, você chora?
but I don't weep, do you?

Fácil e difícil...

Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias.
Difícil é... encontrar e refletir sobre os seus erros,
ou tentar fazer diferente algo que já fez muito errado.
Fácil é... analisar a situação alheia, e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é... vivenciar esta situação, e saber o que fazer quando for preciso,
e com confiança no que se diz .
Fácil é... analisar a situação alheia, e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é... vivenciar esta situação, e saber o que fazer ou ter coragem para fazer.
Fácil é... demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado.
Difícil é... expressar o seu amor a alguém,
que realmente te conhece, te respeita e te entende.
E é assim que perdemos pessoas especiais.
Fácil é... mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é... mentir para o nosso coração.
Fácil é... ver o que queremos enxergar. Difícil é... saber que nos iludimos com
o que achávamos ter visto.
Admitir que nos deixamos levar, mais uma vez pelas circunstâncias
Fácil é... dizer "oi" ou "como vai?" Difícil é... dizer "adeus".
Principalmente quando somos culpados pela partida,
desse alguém de nossas vidas...
Fácil é... abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é... sentir a energia que é transmitida.
Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica,
quando tocamos a pessoa certa.
Fácil é... querer ser amado. Difícil é... amar completamente só.
Amar de verdade, sem ter medo de viver, sem ter medo do depois.
Amar e se entregar, aprender a dar valor somente a quem te ama.
Fácil é... ouvir a música que toca. Difícil é... ouvir a sua consciência.
Acenando o tempo todo, mostrando nossas escolhas erradas.
Fácil é... ditar regras. Difícil é... seguí-las.
Ter a noção exata de nossas próprias vidas,
ao invés de ter noção das vidas dos outros.
Fácil é... perguntar o que deseja saber.
Difícil é... estar preparado para escutar esta resposta,
ou querer entender esta resposta.
Fácil é... chorar ou sorrir quando der vontade.
Difícil é... sorrir com vontade de chorar ou chorar de rir, de alegria.
Fácil é... ocupar um lugar na caderneta telefônica.
Difícil é... ocupar o coração de alguém. Saber que se é realmente amado.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

:(

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto.
Rui Barbosa